Boa Noite!
Quinta-feira - 23.11.17
Informações Técnicas > Homeopatia

Homeopatia

A confecção e o aviamento de uma receita médica devem atender à legislação vigente, seguindo a normatização das técnicas farmacêuticas e as regras de nomenclatura das diversas formas farmacêuticas, descritas nos compêndios oficiais de referência da prática da medicina homeopática.

O clínico deve estar atento para que sua prescrição seja corretamente entendida pelo paciente e pela farmácia. Para isto, ele precisa confeccionar uma receita médica que indique com clareza o que está sendo prescrito.

É importante a indicação clara dos seguintes pontos:

• Via de administração.
• Nome correto do medicamento, respeitando as regras de nomenclaturas e evitando abreviaturas que possam levar a erros ou confusões.
• Potência: o grau de dinamização.
• Escala: Decimal, Centesimal ou Cinqüenta Milesimal.
• Método de preparação: Hahnemanniano, Korsakoviano ou de Fluxo Contínuo.
• Forma farmacêutica.
• Quantidade.
• Posologia.


FORMAS FARMACÊUTICAS DE USO INTERNO

Sólidas
• Tabletes
• Glóbulos
• Papéis

Líquidas
• Gotas (Solução Alcoólica)
• Dose Única Líquida

Plus – LM
Medicamentos da escala LM preparados pelo método PLUS.

Alertamos que a manipulação doméstica da solução medicinal no método Plus, em condições não-assépticas pode levar à sua contaminação microbiana com risco também de interferência na qualidade do medicamento.

Para garantir a qualidade e facilitar a administração do medicamento pelo paciente sugerimos ao médico a prescrição do Método Plus sob a forma de papéis numerados com doses diferenciadas que a Nova Era prepara segundo as indicações técnicas do Organon – 6ª edição, parágrafos 272 e 248.

Os medicamentos do Método Plus encontram-se à disposição dos médicos nas farmácias e são aviados dentro do menor prazo possível.

Exemplo de prescrição:
Uso Interno
Silicea 12LM PLUS 30 papéis
Tomar 1 papel diariamente, em jejum, seguindo a ordem crescente.

No caso de o médico, apesar de tudo, optar pelo método Plus com manipulação doméstica, sugerimos que prescreva da seguinte forma:

Exemplo de prescrição:
Uso Interno
Mercurius vivus 6LM
1 microglóbulo em 120mL de solução alcoolizada a 1%
Tomar uma colher de sopa 1 vez ao dia, em jejum, durante 3 dias.


ABREVIATURAS E SÍMBOLOS
(utilizados na Prescrição Médica e na Rotulagem dos Medicamentos)

Diluição = dil.
Escala centesimal preparada segundo o método hahnemanniano = CH
Escala cinqüenta milesimal = LM
Escala decimal de Hering preparada segundo o método hahnemanniano = DH
Farmacopéia Homeopática Brasileira = Farm. Hom. Bras.
Glóbulo = glob.
Grama = g
Método de Fluxo Contínuo = FC
Método Korsakoviano = K
Microglóbulo = mcglob.
Miligrama = mg
Mililitro = mL
Partes iguais = ãã (abreviatura de ana, palavra grega)
Quantidade suficiente = q.s.
Quantidade suficiente para = q.s.p.
Solução = sol.
Tablete = tabl.
Tintura-mãe = TM, Ø, Tint.mãe
Trituração = trit.


Desenvolvimento: Interligar